Driver de exibição de LED de 8 dígitos MAX7219

Tempo de leitura: 4 minutes

MAX7219 é um driver de exibição de cátodo comum IC com entradas seriais e pinos de saída. Tem uma capacidade de corrente ajustável que pode ser ajustada usando apenas um resistor externo. Além disso, possui uma interface serial de quatro fios que pode ser facilmente conectada a todos os microprocessadores. Ele pode acionar 64 LEDs individuais conectados em seus pinos de saída usando apenas 4 fios usando o Arduino. Além disso, ele pode conduzir displays de matriz de pontos, displays de 7 segmentos e gráficos de barras.

Além disso, o MAX7219 possui um decodificador BCD integrado que facilita o uso com visores numéricos de sete segmentos. Além disso, possui uma RAM estática de 8×8 que podemos usar para armazenar números. É um dos drivers de exibição mais populares IC.

Diagrama de pinagem MAX7219

Esta imagem mostra um diagrama de pinagem do IC do driver de exibição de LED com interface serial.

Descrição da configuração do pino

Este IC tem um total de 24 pinos. A descrição dos pinos é dada abaixo:

Pino nº 01: DIN
É o pino de entrada de dados seriais. Este CI possui um registrador de deslocamento interno de 16 bits. Em cada transição baixa para alta do sinal de clock, os dados são carregados neste registrador.

Pin#02, 03, 05, 06, 07, 08, 10, 11: Pinos de dígitos
Estes são pinos de saída comuns para todos os segmentos de dígitos de 0 a 7. Esses pinos absorvem a corrente do cátodo comum do display.

Pino nº 04, 09: GND
Este é o aterramento do circuito.

Pino 12: Load()
É o pino de seleção de chip. Para operação normal, ele é conectado a um nível lógico baixo para dar entrada ou saída de dados. Na transição positiva desta entrada, os dados são travados no registro de controle. Após a 16ª borda de clock ascendente, esta entrada deve ser HIGH caso contrário todos os dados serão perdidos.

Pino nº 13: CLK
Este é o pino de entrada serial para o sinal de clock. Quando CS está baixo, o sinal de entrada CLK está ativo. Na transição de borda positiva de um sinal CLK, os dados são deslocados para o registrador de deslocamento interno. Esses dados são exibidos no pino DOUT na borda descendente do sinal de clock.

Pin# 14, 15, 16, 17, 20, 21, 23: SEG_A para SEG G
Esses sete pinos são todos segmentos dos dígitos.

Pino 22: SEG DP
Este é o pino de segmento para um ponto decimal.

Pino 18: ISET
Este pino é usado para definir a corrente de saída conectando um resistor neste pino cujo outro terminal está conectado ao terra. Este resistor é usado para ajustar o valor da corrente.

Pino 19: V+
É o terminal para uma fonte de alimentação positiva.

Pino 24: DOUT
São os pinos de saída digital serial.

Recursos do MAX7219

  • É um LED driver display IC com interface serial de 10MHz que permite ao usuário selecionar o dígito de decodificação/sem decodificação.
  • Seu funcionamento é especificado em uma faixa de tensão de +4,0 a +5,5V. Normalmente, a alimentação de tensão de +5V é usada.
  • Ele fornece um recurso de controle de intensidade de brilho digital e analógico e um modo de desligamento de 150µA no qual a corrente de todos os segmentos é puxada para o solo.
  • Consome energia muito baixa.
  • Os dados são exibidos em segmentos com um tempo de atraso de 2,2 ms.
  • O MAX7219 funciona bem em uma faixa de temperatura de 0°C a +70°C.
  • A corrente máxima para cada pino de segmento é 100mA e para cada pino terra DIGIT é 500mA

Onde usá-lo?

Devido à sua estrutura compacta e interface serial de quatro fios, pode ser conectado a todos os microprocessadores comuns (µPs), displays de LED de 7 segmentos, displays de gráfico de barras ou 64 LEDs individuais. Uma das maiores vantagens de usar este IC é que você pode endereçar dígitos individuais sem reescrever o display inteiro. Economiza tempo e velocidade de processamento.

Como usar MAX7219?

Um dado de 16 bits é enviado na entrada serial DIN. Na borda ascendente de uma entrada de clock, esses dados são deslocados para o registrador de deslocamento de 16 bits integrado dentro deste chip. Em seguida, esses dados são passados para o dígito ou para os registradores de controle na borda ascendente de LOAD/CS. Os dados são enviados no pino de saída serial na borda descendente do CLK. Os pinos D0 a D7 contêm dados que devem ser passados e os pinos D8 a D11 contêm o endereço do registrador.

Circuito de exemplo simples

Um circuito simples é mostrado abaixo que mostra a conexão do MAX7219 com um microprocessador.

O brilho da tela também pode ser controlado. Conecte um resistor externo (RSET) entre os pinos 18 e 19. O valor deste resistor pode ser fixo ou variável para ajustar o ajuste de brilho do painel de exibição. A intensidade da luz também pode ser controlada digitalmente por meio de um modulador de largura de pulso presente dentro de um chip. Possui um registrador embutido conhecido como limite de varredura que define o número de dígitos a serem exibidos, de 1 a 8.

Registo do modo descodificador

Possui outro registro conhecido como registro de modo de decodificação que é usado para definir o código BCD B ou operação sem decodificação para cada dígito. Um nível lógico alto é usado para selecionar a decodificação do código B e um nível baixo para operação sem decodificação. No caso do código B, o decodificador olha apenas para D3-D0. O pino D7 é usado para definir o ponto decimal. Quando este pino é alto, ele ativa o ponto decimal. A tabela verdade para o código B é dada abaixo.

MAX7219 Aplicativos

Este CI é usado em:

  • Matriz de LED para controlar luzes LED
  • Controladores Industriais
  • Exibições de gráfico de barras
  • Medidores de painel

Diagrama 2D

 

 

Visits: 3 Visits: 1200461